» » » Detido após pichação, jovem paga tinta e remove frase ofensiva à PM

PM e Guarda Civil acompanham pintura da parede por pichador que escreveu frase incitando violência contra PMs (Foto: Guarda Civil de Pedregulho/Divulgação)


Um jovem de 18 anos foi indiciado em Pedregulho (SP) por crime contra o patrimônio público após pichar uma frase ofensiva à Polícia Militar na fachada do pronto-socorro municipal. Segundo a Guarda Civil, o rapaz escreveu “mata os PM” e foi identificado após uma denúncia anônima. Após ser levado à delegacia, ele teria concordado em limpar a parede e foi levado pelos agentes ao local para fazer a pintura.

Imagens do momento em que o suspeito apaga a pichação foram postadas em uma rede social. Ao fundo, é possível ouvir uma pessoa que manda o suspeito dizer que “ama a PM e a Guarda Civil” – ele repete as frases.

De acordo com a Guarda, a ordem não partiu de nenhum agente, mas pode ter sido dada por algum dos moradores que acompanharam a pintura da parede.

As fotos postadas na página da GCM no Facebook ganharam repercussão e muitos internautas postaram mensagens de apoio o trabalho das autoridades.

Pichação incita violência
O ato de vandalismo aconteceu na quarta-feira (23) no pronto-socorro do bairro Bela Vista, que está fechado para reforma. A Guarda recebeu uma denúncia informando que três pessoas estavam pichando o prédio. Ao chegarem ao local, os guardas se depararam com a frase “mata os PM” escrita ao lado da porta de entrada.
A PM foi informada e deu início às buscas pelos suspeitos, que foram localizados e detidos. De acordo com o guarda civil Giovani Marangoni, os três rapazes foram levados à delegacia e confessaram o crime. Eles, no entanto, não deram explicações para a frase que incitava a violência.
Marangoni afirma que a PM e a Guarda sugeriram aos suspeitos que reparassem o dano causado. “Convidamos os elementos a estarem limpando o pronto-socorro. Eles concordaram em ir lá limpar. A PM conduziu um dos elementos até um depósito de construção. Ele comprou a tinta do próprio bolso e a gente acompanhou o serviço dele para apagar o dano”, afirma.

De acordo com o guarda, o jovem fotografado pintando a pichação tem 18 anos, é morador do bairro Bela Vista, e tem passagem criminal por tráfico de drogas.


Sem constrangimento
Marangoni afirma que não houve nenhum tipo de constrangimento ao suspeito, porque ele demonstrou arrependimento e se mostrou interessado em reparar o dano. “Nós propusemos a eles que apagasse porque eles lesaram um patrimônio que é deles mesmos. Eles aceitaram”, diz.

Sobre o vídeo que mostra o suspeito obedecendo a uma ordem para dizer que ama a PM e a Guarda Civil, Marangoni garantiu que as frases não partiram das autoridades. “Da parte da PM e da Guarda não teve isso. No local, a gente estava só acompanhando, mas muitas pessoas que estavam do lado estavam filmando”, afirma.

Os três pichadores foram indiciados por dano ao patrimônio público. Eles foram liberados após prestar esclarecimentos à polícia.


Fonte: Portal G1


Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página