» » » Natividade de Nossa Senhora

Podemos refletir sobre Nossa Senhora em duas perspectivas: 1- a dos privilégios que ela recebeu de Deus; 2- a sua participação histórica em nossa salvação. As duas não se excluem e não é por acaso que a festa do nascimento de Maria no dia 08 de setembro, figura no calendário cristão nove meses depois da festa da sua imaculada conceição, no dia 08 de dezembro. Ambas as festas louvam Maria como instrumento escolhido por Deus para a vinda de Jesus. Toda pessoa comemora o aniversário em data certa e registrada. De Maria não se sabe a data e não é propriamente o dia do seu nascimento que comemoramos. Mas é o sentido dele em relação ao mistério do Filho. Por isso, interessa-nos tudo o que se refere à Maria e torna-se importante lembrar o fato do seu nascimento embora sem saber o detalhe histórico do dia, mês e ano.

O culto litúrgico realça o aspecto histórico à luz da revelação divina. No culto cristão comemora-se o dia da morte do santo ou santa, pois é o seu nascimento para o céu. A ressurreição para a vida eterna. Mas, em relação a três pessoas a fé cristã reverencia o dia do nascimento: Jesus Cristo (o Natal); Maria (a Natividade) e João Batista (festa junina). As datas são da tradição. Jesus mesmo qualificou o nascimento do primo: “É dele que está escrito: ‘Eu envio meu mensageiro à tua frente, para preparar diante de ti teu caminho. ’ Na verdade vos digo: entre os nascidos de mulher não apareceu ninguém maior que João Batista…” (Mt.11,10-11).  Jesus não precisou deixar uma palavra explícita para darmos importância ao nascimento de sua Mãe. O grande significado da natividade de Maria está no que ela é dentro do desígnio de Deus. É a mãe do Verbo encarnado. Honramos nela aquele estágio ideal da história humana em que a bondade de Deus nos trouxe a aurora da salvação: Maria! Ela precede o Sol da justiça!

Os Santos Padres, nossos escritores mais antigos, já enalteciam a festa da Natividade de Maria tirando conclusões bíblicas e poéticas. São Pedro Damião escreveu: “A natividade de Maria é o dia em que Deus começou a por em prática o seu plano eterno, pois era necessário que se construísse a casa antes que o Rei descesse para habitá-la. Casa linda porque, se a Sabedoria constrói uma casa com sete colunas trabalhadas, este palácio de Maria está alicerçado nos sete dons do Espírito Santo… Como celebraremos o nascimento de Maria, templo do Verbo encarnado?”

Outro escritor vê Maria como uma espécie de “arco de triunfo” ou a “porta triunfal” da entrada de Jesus na História. (Santo André de Creta, séc. 8º).  Realmente, a devoção e o culto à Mãe de Jesus brotaram espontâneos na vida das comunidades cristãs desde a era apostólica. O aniversário de Maria é para a nós um espelho. Quando a invocamos vemos refletida a nossa identidade cristã naquela que foi a discípula mais perfeita de Jesus. Seu aniversário é nosso também!




Pe. Antonio Clayton Sant´Anna, C.Ss.R.


Fonte:  www.a12.com 


Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página