» » » » Zazá e Zezé

Cantores. Compositores. Dupla sertaneja formada por Mirosmar José di Camargo, o Zezé di Camargo - Pirinópolis, GO - 17/8/1963, e Areovaldo Batista da Silva, o Zazá.

A dupla foi formada por volta de 1979 e foi o primeiro trabalho profissional de Zezé di Camargo, depois da extinção da dupla que formara, ainda criança, com o irmão Emival, morto prematuramente, em acidente automobilístico.

Em 1980, Zazá e Zezé lançaram o primeiro LP, "Caminho do além", pela gravadora Chantecler, no qual interpretaram as músicas "Canto bebo e choro", "Por favor volte pra mim", e "Adeus Maria", todas de Zazá, "Alma da terra", de João do Pinho e Zazá, "Casinha triste", de João do Pinho e Zezé di Camargo, "Bandeira branca", de Odaés Rosa, "Erro imortal", de Sargento Marra, "Chuvas de maio", de S. Flores Rivera e Santiago, "Caminho do além", de José Rico e Sargento Marra, "Desconhecida", de Zé da Praia e Mexicano, e "Canção pra Vera" e "Onde ela está", as duas de Zezé di Camargo.

Em 1981, a dupla participou da coletânea "Na boca do forno", também pela Chantecler, com a música "Erro imortal". No mesmo ano, participaram do LP "Movimento jovem sertanejo", também da Chantecler, interpretando as canções "Força da fé", de Itapuã, e "O imigrante", de José Fortuna e Paraíso. A coletânea contou com as participações de nomes como César e Paulinho, Cleyton e Cristiane, Pinochio, Duo Esmeralda, e Nerino e Nivaldo.

Em 1982, lançaram, pela Chantecler o LP "Berço do mundo", no qual interpretaram as músicas "Gosto de fruta" e "Esperança morta", de Zezé di Camargo; "Entre o céu e o inferno", de Ourival Siriano e Zezé di Camargo; "Posto da esquina", de Zé de Melo e Zezé di Camargo; "Despida na cama", de Bandeirante, Ourival Siriano e Zezé di Camargo; "Coração de ninguém", de Lourival Siriano e Zezé di Camargo; "Berço do mundo", de Jaci Cardoso e Zazá; "A dama do sobrado", de Sargento Marra e Zazá; "Derradeiro pedido", de Odaés Rosa e Elita Oliveira; "Obrigado meu querido Pai", de João do Pinho e Zazá; "Apelo", de Itamaracá e Zazá, e "Morrendo por amor", de Zazá.

Em 1984, a dupla lançou aquele que seria seu último disco, o LP "1984;Festa dos quinze anos", também pela Chantecler com as músicas "Festa dos quinze anos", de Darci Rossi e Marciano; "Rodovia", de Danúbio do Prado e Franco Montylla; "Aeronave do adeus", de Rael e Zé Poxoréo; "Uma vez por semana", de Franco e Zazá; "Esta noite é nossa", de Ubirajara Moreira e Zazá; "Saudade danada", de Ringo; "Sonho de amor", de Tobias e Sargento Marra; "Veneno", de Paraíso; "Nosso amor é mais importante", de José Fortuna e Carlos Cézar; "Dama de paus", de Carlos Cézar e Morgado; "Paraíso", de José Fernandes e Zezé di Camargo, e "Casa flutuante", de Franco Montylla e Zazá.

No ano seguinte, sem conseguir o sucesso almejado, a dupla acabou por se dissolver, após a gravação de três LPs pela Chantecler e a participação em duas coletâneas além de shows e apresentações em Rádios do centro oeste. Parte da história da dupla foi abordada no filme "Dois filhos de Francisco", de Breno Silveira, grande sucesso do cinema brasileiro em 2006.


Fonte:  Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira



 

Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página