» » » Como o seu bicho de estimação enxerga a relação de vocês

Já está mais do que provado que além de melhores amigos do homem, os cães são verdadeiros membros da família, tratados como filhos pelos tutores. Mas será que o pet exerga a relação de vocês da mesma maneira? Estudos realizados por pesquisadores de universidades como Azabu University, Wright State Univeristy e Ohio State University comprovam que o seu cãozinho também pode ter certeza que seu papel na casa vai muito além do que apenas de um animal de estimação.


Cãozinho também vê tutor como pai 

Os cães começaram a ser domesticados na Europa há cerca de 14 mil anos, mas ainda não eliminaram todas as características de lobo. A lealdade com o tutor - que antigamente era o companheiro de caça - é a principal delas, mas com o passar dos séculos os pets foram se adaptando ao contato humano e conquistaram o posto de melhor amigo e parte da família.

Essa parceria foi comprovada por um estudo realizado pelo cientista Takefumi Kikusui, que estuda comportamento animal na Azabu University, na cidade de Sagamihara, no Japão. De acordo com o teste, quando o cão e seu tutor se olham diretamente os organismos produzem uma grande quantidade de ocitocina, um hormônio conhecido por estar ligado à relação maternal. Essa mesma substância é produzida quando pais e filhos se olham, por isso pode ter certeza que seu cãozinho também te enxerga como um pai ou mãe.


Cães se relacionam melhor com tutores do que até mesmo com outros pets

A parceria já evoluiu tanto que alguns pesquisadores indicam que os cães se relacionam melhor com seus tutores do que até mesmo com outros pets. A pesquisa foi realizada por estudiosos da Wright State Univeristy e da Ohio State University e publicado no Journal of Comparative Physchology. O estudo foi realizado com cãezinhos que viviam em canis e tinham entrem sete e nove anos.

Aqueles pets que sempre permaneciam juntos e calmos no local foram separados, tendo um par de cada canil removido por algumas horas. Aqueles que permaneceram no local pareceram não sentir falta dos amigos, com o nível de cortisol - hormônio relacionado ao stress - aparecendo estável. Já o par que foi transferido para um novo canil apresentou comportamento alterado, com muitos latidos e agitação extrema, além do nível de cortisol ter aumentado até 50%.

O mais curioso, no entanto, é que apesar da companhia do seu par não ter sido suficiente para acalmar os cãozinhos, quando os cuidadores surgiam, a agitação acabava e o nível de cortisol abaixava rapidamente. Para os pesquisadores, a presença dos tutores oferece aquela calma que somente um abraço de pai e mãe é capaz, garantindo uma sensação de conforto e segurança para os peludinhos.


Fonte: MSN

Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página