» » » Fábrica das balas Juquinha demite funcionários e interrompe produção


Bala Juquinha, ícone do segmento no Brasil, deixa
de ser fabricada no país (Foto: Divulgação)
A famosa bala Juquinha, aquela da embalagem com o rosto de um menino lourinho, parou de ser fabricada no país. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Alimentação de São Paulo e Região, os últimos 19 funcionários da fábrica, que funcionava em Santo André (SP), foram demitidos em abril e a empresa fechou as portas.

O fim da produção do ícone do segmento no Brasil foi noticiado neste domingo (14) pelo jornal "O Dia" pegando muitos consumidores de surpresa, além de provocar uma onda de saudosimo nas redes sociais.
Procurado pelo G1, o dono da empresa , o italiano Giulio Luigi Sofio não quis comentar o assunto. "Não tenho nenhuma declaração a dar a respeito. Poder posso, mas não quero", disse. O empresário não quis confirmar sequer a suspensão da produção. "Não nego nada e não confirmo nada", respondeu.

A reportagem do "O Dia" diz que o motivo do encerramento das atividades da empresa seria a falta de interesse dos filhos do proprietário e a forte concorrência.

O diretor regional do Sindicato dos Trabalhadores da Alimentação de São Paulo e Região, Rubens Gomes, explica que a empresa vinha enfrentando dificuldades financeiras há pelo menos 4 anos e que o produto já não era encontrado com tanta facilidade no mercado.

"A empresa já não vinha tendo a mesma rentabilidade e parou mesmo. Encerrou as atividades", afirma Gomes. "O Giulio tentou muito, mas não teve jeito", completa, lembrando que a empresa chegou a ter mais de 100 funcionários e com exportação mais de 60 países.

Ele diz ainda que no prédio onde era feita toda a produção já se vê uma placa de aluguel.

História
A empresa foi fundada em 1945 e tinha outro nome, Salvador Pescuma Russo & Cia Ltda, com foco na fabricação de refresco em pó efervecente. As gomas e balas começaram a ser produzidas na década de 50. Nasciam assim as famosas balas Juquinha.

Segundo o site das balas Juquinhas, guloseima é conhecida em mais de 60 países (Foto: Reprodução)


Em 1982, o negócio foi comprado por Giulio, que ampliou a linha de produção e passou a fabricar também pirulitos. No início do Plano Real, a bala chegou a ser usada como troco em muitos estabelecimentos.

As exportações vinham ajudando a garantir a sobrevivência da empresa nos últimos anos. Segundo o site da marca, que continua no ar, 50% da produção total da marca era direcionada para o mercado externo.
O mercado questiona agora se a marca será relançada por algum outro fabricante. Segundo "O DIA", um empresário carioca teria comprado a fórmula da bala.

"Se ele vendeu a fórmula não sabemos, mas como se trata de uma marca forte e de um produto de qualidade seria de se esperar, no mínimo, algo assim", diz Gomes.


Fonte: Portal G1

 

Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página