» » » » Alunos escrevem cartas a familiares pedindo que parem de fumar, no ES

Turmas inteiras escreveram cartas a familiares e amigos (Foto: Naiara Arpini/ G1 ES)


As caixas de correio de cerca de 400 famílias de Vitória, no Espírito Santo, vão receber uma correspondência inusitada nos próximos dias. Como remetentes, centenas de crianças e adolescentes que dedicaram semanas à escrita de cartas aos familiares fumantes, pedindo que eles parem de fumar.  A ação é uma iniciativa do Colégio Adventista de Vitória (CAV) e mobilizou turmas inteiras. Nesta sexta-feira (29), Dia Nacional de Combate ao Fumo, os textos foram corrigidos e enviados para os devidos destinatários.

As mensagens foram escritas por estudantes com idade entre 8 e 15 anos. Nas cartas, eles  alertam sobre as consequências causadas pelo tabagismo e pedem para que familiares e amigos parem de fumar. O projeto acontece em sala de aula, como parte das aulas de redação e português do Colégio Adventista de Vitória.

Segundo a professora Patrícia Storch, a ideia surgiu através de um aluno que perdeu a avó por causa de um câncer de pulmão. “Nós estávamos estudando o sistema respiratório e esse aluno pediu que a gente orasse pela avó dele, que estava muito doente. Então ele teve a ideia de escrever uma carta pedindo que ela parasse de fumar, e isso se estendeu aos outros alunos. Mas, antes mesmo que ele terminasse a carta, ela faleceu. Mesmo assim, continuamos com o projeto, e os alunos aderiram imediatamente”, disse.

Uma das cartas que mais chamou a atenção de professores e do diretor da escola foi a escrita pela aluna Gabriela Cruz, de 10 anos. No texto, que será enviado para uma tia, ela questiona a escolha da mulher. “Não sei como você, uma mulher linda e inteligente, se deixa dominar por um cigarro. Não é mistério nem segredo o fim de todo fumante, e será que você merece esse fim? Será que os seus filhos merecem ver a mãe deles doente? Dê valor ao maior presente que Deus te deu: a vida”, escreveu.

Outra história que se destacou foi a de Bryam Bravim, de 11 anos. Ele contou que escreveu a carta para o pai, alertando sobre o futuro da família. “Meu pai já incentivou minha mãe a parar de fumar, e depois que ela parou, ele continuou fumando. E às vezes, eu me incomodo com o cheiro e acabo me afastando dele, fico longe. Todos os dias eu falo com ele ‘pai, para de fumar, o fumo causa várias consequências, eu não quero que essas consequências aconteçam com você. Quero que você vá a várias festas comigo, quero que você esteja no meu casamento, viva momentos de felicidade comigo'”, disse.

Durante a semana de atividades, os alunos também participaram de uma palestra com um profissional da área da saúde, com a temática do tabagismo. Assim como os estudantes, o diretor da instituição, Marcelo Queiroz, aguarda ansioso pelos resultados. “A gente poderia chamar um palestrante, trazer os pais, mas a gente sabe que  eficiência do resultado seria totalmente diferente. O aluno, escrevendo uma carta, não é apenas um papel escrito, mas é um sentimento também”, garantiu.



Fonte: Portal G1

Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página