» » » » Veja simulados e dicas para o concurso da Receita Federal


Prédio da Receita Federal (Foto: Reprodução EPTV)
Com as provas marcadas para os dias 10 e 11 de maio, os 68.540 candidatos que vão disputar as 278 vagas para auditor-fiscal da Receita Federal precisam acelerar sua preparação para estudar as 11 disciplinas que cobradas no concurso.

A seleção exige nível superior em qualquer área e oferece salário de R$ 14.965,44. A concorrência média é de 246,5 candidatos por vaga.

Em relação à prova de 2012, os candidatos podem comemorar, já que o conteúdo de direito civil, comercial e penal foi retirado do conteúdo programático. Serão cobradas língua portuguesa (20), espanhol ou inglês (10), raciocínio lógico-quantitativo (10), administração geral e pública (10), direito constitucional (10) e direito administrativo (10) na prova de conhecimentos gerais. A prova de conhecimentos específicos engloba direito tributário (15), auditoria (10), contabilidade geral e avançada (20), legislação tributária (10) e comércio internacional e legislação aduaneira (15). A organizadora do concurso é a Escola de Administração Fazendária (Esaf).

O G1 ouviu professores para dar dicas de estudo e destacar os conceitos mais importantes em cada disciplina. Os candidatos podem ainda treinar seus conhecimentos com os simulados, elaborados por professores do Questões de Concursos. Clique nos links em vermelho abaixo para acessar os exercícios:
Veja os simulados:

- Acesse o simulado de administração pública e geral
- Acesse o simulado de auditoria
- Acesse o simulado de comércio internacional
- Acesse o simulado de direito administrativo
- Acesse o simulado de direito constitucional
- Acesse o simulado de direito tributário
- Acesse o simulado de espanhol
- Acesse o simulado de inglês
- Acesse o simulado de legislação tributária
- Acesse o simulado de português
- Acesse o simulado de raciocínio lógico-quantitativo


Novidades no edital
Segundo Dênis França, professor do Questão de Concursos, em relação ao edital de 2012, a principal diferença é a redução do número e questões, de 200 para 140. "Isso significa que acertar questões em cada matéria passa a possuir um peso muito maior", afirma. Por outro lado, disciplinas que antes tinham peso 2 passaram a ter peso 1, como raciocínio lógico-quantitativo, direito constitucional e direito administrativo.
A prova de conhecimento gerais tem peso 1, valendo 70 pontos, e a prova de conhecimentos específicos tem peso 2, valendo 140 pontos. "Trata-se de uma prova com maior índice de abandono por parte dos candidatos, ou seja, muitos não fazem a segunda parte da prova devido ao desgaste físico e mental", ressalta Rodrigo Mezenes, direito do Concurso Virtual.


Administração pública e geral
Segundo Rodrigo Janiques, professor do Questão de Concursos, questões como gestão do conhecimento e informação, processo decisório e comunicação organizacional são cobradas nas provas de administração geral. Na parte de administração pública, os assuntos mais cobrados são os decretos nº 2.271/97, nº 7.174/10, os modelos de administração pública e a lei de acesso à informação no Brasil.

"Levando em consideração a diversidade, é fundamental que o candidato perceba que essa disciplina precisa ser estudada como um todo", ressalta.


Auditoria
"A disciplina tem sido muito cobrada nos concursos, o que demonstra o valor dessa atividade no contexto atual", afirma Ted Jefferson, professor do Questão de Concursos. Segundo ele, diferenças entre auditor interno e independente, riscos de auditoria, formas de opinião do auditor e tipos de auditoria governamental devem ser alguns dos assuntos abordados no exame.


Comércio internacional e legislação aduaneira
"A Esaf tem o hábito de cobrar dispositivos de leis em diversas questões", ressalta Melina Campos Lima, professora do Questão de Concursos. Entre o conteúdo cobrado na disciplina, Melina acredita que os candidatos devem ficar atentos aos assuntos relacionados a atribuições da Receita Federal no comércio internacional, especialmente no item de legislação aduaneira, que tem como base o Regulamento Aduaneiro, e também a Convenção das Nações Unidas sobre Contratos de Compra e Venda Internacional de Mercadorias, que o país ratificou há pouco tempo.


Direito administrativo
Segundo Rafael Pereira, professor do Questões de Concursos, o tema organização da administração pública tem sido bastante explorado pela Esaf. "Convém ficar atento aos principais aspectos acerca das entidades que compõem a administração indireta, sobretudo em relação às autarquias."

Atos administrativos, as leis 8.112/90 e 8.666/93, e os temas de controle da administração pública e poderes administrativos são apontados como assuntos que os candidatos devem manter atenção.


Direito constitucional
Para Patricia Maria, professora do Questões de Concursos, Poder Constituinte, classificação das Constituições, direitos e garantias fundamentais, organização do Estado, especialmente quanto à repartição das competências constitucionais e controle de constitucionalidade foram os assuntos mais cobrados em provas anteriores.


 
Direito tributário
"O perfil da Esaf é jurisprudencial, sem entrar no mérito das grandes discussões jurídicas acerca do tema. O examinador procura sair ao máximo do comum das provas de tributário em concursos", ressalta Marcello Leal, professor do Questões de Concursos. Súmulas do Supremo Tribunal Federal (STF), tributos federais e estaduais, Constituição e Código Tributário Nacional (CTN) devem estar entre os temas vistos pelos candidatos.


Espanhol
Segundo Marcela Mathias, professora do Questões de Concursos, a Esaf utiliza textos relacionados à economia espanhola ou latino-americana nas questões. "Estar por dentro do que acontece neste contextos nos países hispano falantes é fundamental", ressalta.

Para interpretar o texto, é importante conhecer a terminologia relacionada a temas como reforma fiscal, tributação e fiscalização aduaneira. Questões relacionadas a conectivos, advérbios e locuções adverbiais, tempos verbais e expressões idiomáticas devem ser abordados pela banca.


Inglês
"A banca tem priorizado a interpretação de textos. Na sua maioria são assuntos da atualidade destacando artigos sobre o Brasil e o mundo", diz Silvania Faria, professora do Questões de Concursos. Para facilitar a leitura dos textos, ela indica o uso de técnicas para a identificação de cognatos, de palavras repetidas e pistas tipográficas.


Legislação tributária
Segundo Marcello Leal, professor do Questões de Concursos, cerca de 95% das questões da banca são sobre o regulamento do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). O decreto nº 3.000/99 sobre o regulamento do Imposto de Renda e o decreto nº 7.212/10 sobre o regulamento do IPI devem fazer parte da rotina de estudo.


Português
"O candidato, a princípio, pode achar que há pouco conteúdo de Português para estudar, mas cada item apresenta muitos conceitos", diz Verônica Ferreira, professora do Questões de Concursos. Em ortografia, é importante ter conhecimento da cobrança do Novo Acordo Ortográfico. Em morfologia, os assuntos mais cobrados são flexão e concordância de verbos nas orações. A semântica pode ser cobrada sob a forma de coesão (anáfora e catáfora) e coerência.


Raciocínio lógico-quantitativo
Para Gabriel Rampini, professor do Questões de Concursos, as provas da banca abordam noções básicas de itens cobrados no edital. Questões específicas de estruturas lógicas, lógica de argumentação e diagramas lógicos estão entre os temas que devem ser abordados na prova.


Fonte: Portal G1

Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página