» » » Vídeo confirma identidade de dono de R$ 1,3 milhão achado em carro, diz PF

A Polícia Federal confirmou que o homem de 47 anos que deixou um veículo no estacionamento do Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, com cerca de R$ 1,3 milhão dentro, é o mesmo que se apresentou informando ser o dono do dinheiro. “Não precisou de perícia. Ele confirmou e nós olhamos juntos as imagens. É ele mesmo. Agora, tenho que provar a origem desse dinheiro”, afirmou ao G1 o delegado responsável pelo caso, Marcel de Oliveira, da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio.

De acordo com a investigação da Polícia Federal, a mulher apontada como a proprietária do veículo em que o dinheiro foi abandonado, uma picape Fiat Strada, é sobrinha da ex-mulher do dono do dinheiro. Ela foi representada por advogados, mas não chegou a prestar depoimento.

Marcel explicou ainda que a estudante de 19 anos identificada por meio de correspondências encontradas dentro do veículo é filha do suspeito. A jovem foi uma das primeiras pessoas a serem interrogadas. “Fomos até a casa dela que, inclusive, permitiu que fizéssemos uma busca e apreensão. Ela disse que só soube do caso pela imprensa”, relatou o delegado logo após o depoimento da estudante, na semana passada.

Ao prestar depoimento, na sexta-feira (7), o dono da quantia declarou que o dinheiro é fruto de agiotagem, operações em casas de câmbio, compra e venda de imóveis e carros. No entanto, o delegado investiga a veracidade da informação.

“Pelo depoimento, ele já fala que o dinheiro tem origem ilícita, mas tem vários níveis de ilícito.Estou investigando se há relação com o tráfico de drogas ou com outras formas. Ele já foi condenado pela Justiça de Minas Gerais por tráfico de entorpecentes”, disse Oliveira.

O homem alegou ainda, enquanto prestava esclarecimentos, que deixou a Fiat Strada no local porque estava sendo perseguido e acreditava que o aeroporto seria um lugar seguro. Após o depoimento, o homem foi liberado porque se apresentou espontaneamente. Conforme o delegado, ainda não foi feito nenhum pedido de prisão preventiva e não há mandado de busca e apreensão em aberto.

Dinheiro
A Polícia Militar encontrou o dinheiro após uma denúncia anônima feita de um orelhão, na madrugada do último dia 4. Conforme a data registrada pela câmera do estacionamento do aeroporto, o homem abandonou o veículo no local no dia 26 de fevereiro. O carro estava aberto, com chaves e documentos dentro.

Após contar as notas, a PF informou ao G1 que dentro da bolsa havia US$ 507 mil dólares. Já em real, foi contabilizado R$ 95 mil. Conforme a conversão feita pela polícia, o dinheiro somado corresponde a R$ 1.364.000,00. O dinheiro segue apreendido na sede da PF e será depositado em uma conta judicial, até que as investigações sejam concluídas.

Segundo o delegado, ele instaurou oficialmente o inquérito no sábado (10). No entanto, desde quinta-feira diligências já estavam sendo feitas. "Já ouvimos três pessoas. Mais pessoas devem depor durante a semana", informou o investigador.

O áudio da denúncia feita à PM foi solicitado pelo delegado. “Já ouvi extraoficialmente que esse áudio não foi gravado, por conta de uma falha técnica. Eu lamento, pois ele poderia nos dar mais pistas, mas sei que problemas acontecem”, afirmou Oliveira.

Por meio de nota, a PM informou que não vai se pronunciar sobre o caso.


Fonte: Portal G1

Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página