» » PM apreende 50 jovens que faziam rolezinho em shopping do DF

Jovens apreendidos pela Polícia Militar sentados em frente a Delegacia da Criança e do Adolescente II.
(Foto: Ricardo Moreira / G1)


Policiais militares apreenderam na tarde desta sexta-feira (21) 50 jovens que estavam provocando tumulto num shopping localizado na avenida comercial de Taguatinga Sul, no Distrito Federal.

A denúncia foi feita por representantes do estabelecimento. De acordo com a ocorrência, alguns integrantes do grupo teriam jogado sorvete no rosto de seguranças e ameaçado clientes e lojistas.

No grupo levado para a delegacia, 12 são maiores de idade. Até o fechamento dessa reportagem, a Polícia Civil havia informado que pelo menos um dos adultos tem passagem pela polícia por tráfico de drogas quando menor de idade.
Ao todo, 15 PMs e 12 viaturas foram acionados para atender a ocorrência. Os jovens foram levados dentro de um microonibus da corporação até a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA II), em Taguatinga.

Policiais do 2° Batalhão da PM em Taguatinga afirmam que máscaras e uma garrafa de bebida alcólica estavam com menores de idade. (Foto: Ricardo Moreira / G1)
Policiais do 2° Batalhão da PM em Taguatinga afirmam que
máscaras e uma garrafa de bebida alcólica estavam com
menores de idade. (Foto: Ricardo Moreira / G1)
Os PMs que atuaram na operação disseram que o encontro dos jovens havia sido marcado pela internet. Os suspeitos pretendiam fazer um rolezinho no estabelecimento, disseram os policiais.
O delegado-chefe da DCA II, Amado Pereira, disse que vai levantar a vida pregressa dos jovens. "A princípio houve apenas perturbação. Não houve nenhum ato infracional em tese. Daqui, os menores serão encaminhados para o conselho tutelar".

Sobre o rolezinho, Pereira afirma que o movimento em si não configura crime. "Transitar em grupo pelo shopping não é crime. O que não pode, o que é imoral e irresponsável é a criança e o adolescente, ao invés de estarem na escola, ficarem conversando e promovendo algazarra no shopping. Se danificar bens, machucar pessoas, aí sim pode caracterizar ato infracional de dano ao patrimônio ou até mesmo lesão corporal".


Fonte: Portal G1

Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página