» » » » » Hudson é internado em clínica, e irmão fará futuros shows sozinho


Cantor sertanejo Hudson comparece a audiência no Fórum de Limeira em 2013 (Foto: Fernanda Zanetti/G1)

O cantor Udson Cadorini Silva, da dupla sertaneja Edson & Hudson, está internado em uma clínica de reabilitação para dependentes químicos para se livrar dos vícios em bebida alcoólica, cigarros e drogas, segundo a assessoria de imprensa da dupla confirmou por meio de comunicado oficial. Em razão disso, Edson cumprirá a agenda de shows sozinho, segundo vídeo divulgado por ele em redes sociais nesta sexta-feira (14).

Em março do ano passado, Hudson foi preso duas vezes em um mesmo dia por porte e posse ilegais de armas em Limeira (SP), cidade onde os cantores, que são irmãos, moram com a família. "Ele escolheu viver", informou a assessoria da dupla.

Edson e Hudson (Foto: Marcos Hermes/Divulgação)
Edson e Hudson (Foto: Marcos Hermes/Divulgação)


Hudson está internado desde o início do mês. O município onde fica a clínica de reabilitação não será informado para preservar a continuidade do tratamento, de acordo com a assessoria. No último domingo (9), Hudson deixou a clínica por algumas horas para participar de um show beneficente em Americana (SP).
O cantor, após o final da primeira música, informou ao público que estava em tratamento. "Vocês sabem porque estou internado? Por causa da maldita droga, mas jamais poderia deixar de estar presente em um evento tão maravilhoso como este", afirmou.

No final da apresentação, Hudson deixou o palco ajudado por um produtor. "Na minha vida restaram três coisas: vocês, a minha família e a música", afirmou, sendo aplaudido pelos presentes.


Veja a íntegra do comunicado oficial divulgado pela dupla Edson & Hudson:
"Eles revolucionaram a música sertaneja. A combinação perfeita entre a afinação vocal de Edson com os acordes da guitarra de Hudson fizeram com que os irmãos se tornassem verdadeiros fenômenos.
Ao longo de quase 20 anos de carreira, Edson & Hudson percorreram os quatro cantos do Brasil, conquistaram legiões de fãs e viram suas canções se transformarem em hits de sucesso.
Na manhã desta quinta-feira (13), Hudson, que já vinha lutando contra a dependência química, anunciou que está se submetendo a um tratamento intensivo de recuperação e, por esta razão, ficará afastado dos palcos temporariamente.
'Preciso me curar e este é o momento decisivo na minha vida. Peço o apoio e as orações de todos os nossos fãs e amigos. É uma batalha muito difícil de ser vencida, mas estou determinado'.
Edson, que irá cumprir a agenda de shows da dupla, revelou que os irmãos estão juntos neste processo. 'Partiu dele a necessidade e a vontade do tratamento e eu apoiei. Além de irmãos, somos amigos, parceiros, e tenho um amor imensurável por ele. Tenho certeza que, em breve, e com fé em Deus, estaremos juntos novamente'".

Prisões e condenação
Em 20 de dezembro de 2013, a Polícia Militar encontrou 20,69 gramas de maconha dentro de uma bolsa do músico, mas um amigo que estava com o cantor assumiu ser dono da droga. O músico foi considerado apenas testemunha do caso, conforme informações da Polícia Civil de Limeira.

Hudson faz o primeiro show após prisão (Foto: Pedro Carlos Leite/G1)
Hudson faz o primeiro show após prisão em 2013
(Foto: Pedro Carlos Leite/G1)
Segundo o boletim de ocorrência registrado no 4º Distrito Policial da cidade, policiais militares avistaram uma caminhonete Toyota Hilux branca com o lacre de uma das placas violado. Ao abordar o veículo, os PMs constataram que o motorista era Hudson e o passageiro era um homem de 44 anos.

Os policiais sentiram forte cheiro de maconha no interior do veículo, fizeram uma vistoria e encontraram a droga dentro da bolsa do sertanejo. Hudson admitiu que era o dono da bolsa, mas não da maconha, conforme o boletim de ocorrência. O passageiro do carro, então, admitiu que tinha comprado a droga em Santa Fé do Sul (SP) para consumo próprio.

Em 20 de março de 2013, Hudson foi preso duas vezes por porte e posse ilegais de armas. Na primeira prisão, na madrugada daquele dia, policiais militares abordaram Hudson em uma rua do bairro Vila Cláudia, em Limeira, após chamado da ex-mulher do sertanejo, que ligou para a PM dizendo ter recebido mensagens via celular em que Hudson avisava que iria até a casa dela.

Os policiais encontraram no carro do músico uma pistola 380, um revólver 38, um canivete, um soco-inglês e uma faca de cozinha. Ele pagou R$ 6 mil de fiança e foi liberado.

Armas e munições apreendidas na casa do sertanejo Hudson (Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo)
Armas e munições apreendidas na casa de Hudson (Foto: Edison Temoteo/Futura Press/Estadão Conteúdo)


Na noite do mesmo 20 de março, o sertanejo foi preso pela segunda vez. Desta vez porque PMs baseados em uma denúncia anônima foram à casa dele, também em Limeira, e encontraram no local mais armas e droga. Segundo informações da Polícia Civil à época, uma carabina com documento vencido, uma bereta sem registro, munições de uso proibido e maconha foram localizadas na residência do músico.

A Justiça de Limeira condenou o cantor pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e munições a três anos e seis meses de reclusão. A punição determinada pelo juiz Rogério Danna Chaib, no entanto, acabou substituída por prestação de serviços à comunidade e ajuda financeira a uma instituição social da cidade e que, em dois anos, vai somar aproximadamente R$ 65 mil.


Fonte: Portal G1

Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página