» » » » Diocese de Pesqueira (Pernambuco) realiza Missa em homenagem ao dia do Maçom e Revolta Católicos

Foto extraído do site: http://pesqueira-emfoco.com
No último dia 20 de agosto foi realizada na Diocese de Pesqueira uma Missa em homenagem ao dia do maçom. O celebrante foi o Pe. José Gomes de Melo, conhecido como Pe. Nilson, administrador da Paróquia Sagrado Coração de Jesus.

Uma Missa em homenagem ao dia do maçom já havia sido celebrado no ano de 2012, causando grande revolta entre Católicos de todo o Brasil. Desta vez não foi diferente, muitos fiéis postaram comentários na página da Diocese de Pesqueira no Facebook manifestando repúdio ao ato.

Após as manifestações contrárias a Missa, o Bispo de Pesqueira, Dom José Luiz Ferreira Sales,CSSR, emitiu uma nota na qual lamenta a reincidência da Missa em homenagem ao dia do maçom e informa que o Pe. José Gomes de Melo foi advertido e afastado de suas funções.


Leia abaixo a nota completa:




 Texto da Nota emitida por Dom José Luiz Ferreira Salles, na tarde do dia 30 de agosto de 2013, através da Cúria Diocesana de Pesqueira, após reunião com a Comissão Diocesana de Pastoral para a Doutrina da Fé.

Aos padres, religiosos (as), leigos (as) e a todos aqueles que as presentes letras virem, saudação, paz e bênção em nosso Senhor Jesus Cristo.

A respeito da celebração presidida pelo Pe. José Gomes de Melo realizada em Sanharó, no dia 20 do corrente mês, que deu margem a comentários na Internet que denigrem a Santa Igreja, faço saber a todos que:

- Lamento profundamente a reincidência neste erro gravíssimo que traz muitos transtornos à nossa Igreja Diocesana. Por ocasião de denúncia sobre fato semelhante ocorrido em Belo Jardim, foram tomadas as medidas cabíveis de admoestação ao padre envolvido naquele triste e reprovável episódio, conforme o Direito Canônico e as orientações da Santa Sé.

- Também o Pe. José Gomes de Melo foi severamente advertido e está afastado de suas funções paroquiais em Sanharó e das demais funções diocesanas. Ao mesmo, visivelmente arrependido, recomendamos recolhimento, penitência, oração e exigimos retratação perante a Igreja. Imediatamente, o citado padre nos apresentou uma carta escrita, assinada de próprio punho, na qual pede perdão e compromete-se a se retratar publicamente.

- Esta Igreja Diocesana reafirma a comunhão com a Doutrina da Igreja e não permite que seja celebrada qualquer função em união com qualquer associação que não esteja em comunhão com a Doutrina. Não é permitido que se realize nenhuma ação litúrgica para a Maçonaria, nem consentido que sejam apresentados seus símbolos nas celebrações, muito menos que se celebre em ambiente de denominação maçônica.

- Os presbíteros desta Diocese receberão um comunicado oficial do ocorrido tornando-os cientes de que será determinada a sumária suspensão do padre que porventura cometa qualquer abuso litúrgico ou ouse expor a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo a qualquer situação vexatória desta ou de outra natureza.

- Aproveito esta Nota para ratificar a fidelidade desta Igreja diocesana a Cristo e à sua Igreja, sempre pronta a testemunhar a fé e anunciar a Boa Nova do Reino, percorrendo os caminhos da missão – frequentemente árduos – para santificar a todos.

Pesqueira, 30 de agosto de 2013.

Dom José Luiz Ferreira Salles, CSsR
Bispo Diocesano

exto da Nota emitida por Dom José Luiz Ferreira Salles, na tarde do dia 30 de agosto de 2013, através da Cúria Diocesana de Pesqueira, após reunião com a Comissão Diocesana de Pastoral para a Doutrina da Fé. Aos padres, religiosos (as), leigos (as) e a todos aqueles que as presentes letras virem, saudação, paz e bênção em nosso Senhor Jesus Cristo.loja virtual gratuita
Texto da Nota emitida por Dom José Luiz Ferreira Salles, na tarde do dia 30 de agosto de 2013, através da Cúria Diocesana de Pesqueira, após reunião com a Comissão Diocesana de Pastoral para a Doutrina da Fé. Aos padres, religiosos (as), leigos (as) e a todos aqueles que as presentes letras virem, saudação, paz e bênção em nosso Senhor Jesus Cristo. A respeito da celebração presidida pelo Pe. José Gomes de Melo realizada em Sanharó, no dia 20 do corrente mês, que deu margem a comentários na Internet que denigrem a Santa Igreja, faço saber a todos que: - Lamento profundamente a reincidência neste erro gravíssimo que traz muitos transtornos à nossa Igreja Diocesana. Por ocasião de denúncia sobre fato semelhante ocorrido em Belo Jardim, foram tomadas as medidas cabíveis de admoestação ao padre envolvido naquele triste e reprovável episódio, conforme o Direito Canônico e as orientações da Santa Sé. - Também o Pe. José Gomes de Melo foi severamente advertido e está afastado de suas funções paroquiais em Sanharó e das demais funções diocesanas. Ao mesmo, visivelmente arrependido, recomendamos recolhimento, penitência, oração e exigimos retratação perante a Igreja. Imediatamente, o citado padre nos apresentou uma carta escrita, assinada de próprio punho, na qual pede perdão e compromete-se a se retratar publicamente. - Esta Igreja Diocesana reafirma a comunhão com a Doutrina da Igreja e não permite que seja celebrada qualquer função em união com qualquer associação que não esteja em comunhão com a Doutrina. Não é permitido que se realize nenhuma ação litúrgica para a Maçonaria, nem consentido que sejam apresentados seus símbolos nas celebrações, muito menos que se celebre em ambiente de denominação maçônica. - Os presbíteros desta Diocese receberão um comunicado oficial do ocorrido tornando-os cientes de que será determinada a sumária suspensão do padre que porventura cometa qualquer abuso litúrgico ou ouse expor a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo a qualquer situação vexatória desta ou de outra natureza. - Aproveito esta Nota para ratificar a fidelidade desta Igreja diocesana a Cristo e à sua Igreja, sempre pronta a testemunhar a fé e anunciar a Boa Nova do Reino, percorrendo os caminhos da missão – frequentemente árduos – para santificar a todos. Pesqueira, 30 de agosto de 2013. Dom José Luiz Ferreira Salles, CSsR Bispo Diocesanoloja virtual gratuita
Texto da Nota emitida por Dom José Luiz Ferreira Salles, na tarde do dia 30 de agosto de 2013, através da Cúria Diocesana de Pesqueira, após reunião com a Comissão Diocesana de Pastoral para a Doutrina da Fé. Aos padres, religiosos (as), leigos (as) e a todos aqueles que as presentes letras virem, saudação, paz e bênção em nosso Senhor Jesus Cristo. A respeito da celebração presidida pelo Pe. José Gomes de Melo realizada em Sanharó, no dia 20 do corrente mês, que deu margem a comentários na Internet que denigrem a Santa Igreja, faço saber a todos que: - Lamento profundamente a reincidência neste erro gravíssimo que traz muitos transtornos à nossa Igreja Diocesana. Por ocasião de denúncia sobre fato semelhante ocorrido em Belo Jardim, foram tomadas as medidas cabíveis de admoestação ao padre envolvido naquele triste e reprovável episódio, conforme o Direito Canônico e as orientações da Santa Sé. - Também o Pe. José Gomes de Melo foi severamente advertido e está afastado de suas funções paroquiais em Sanharó e das demais funções diocesanas. Ao mesmo, visivelmente arrependido, recomendamos recolhimento, penitência, oração e exigimos retratação perante a Igreja. Imediatamente, o citado padre nos apresentou uma carta escrita, assinada de próprio punho, na qual pede perdão e compromete-se a se retratar publicamente. - Esta Igreja Diocesana reafirma a comunhão com a Doutrina da Igreja e não permite que seja celebrada qualquer função em união com qualquer associação que não esteja em comunhão com a Doutrina. Não é permitido que se realize nenhuma ação litúrgica para a Maçonaria, nem consentido que sejam apresentados seus símbolos nas celebrações, muito menos que se celebre em ambiente de denominação maçônica. - Os presbíteros desta Diocese receberão um comunicado oficial do ocorrido tornando-os cientes de que será determinada a sumária suspensão do padre que porventura cometa qualquer abuso litúrgico ou ouse expor a Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo a qualquer situação vexatória desta ou de outra natureza. - Aproveito esta Nota para ratificar a fidelidade desta Igreja diocesana a Cristo e à sua Igreja, sempre pronta a testemunhar a fé e anunciar a Boa Nova do Reino, percorrendo os caminhos da missão – frequentemente árduos – para santificar a todos. Pesqueira, 30 de agosto de 2013. Dom José Luiz Ferreira Salles, CSsR Bispo Diocesanoloja virtual gratuita

Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

2 comentários:

  1. Que absurdo, e pelo segundo ano consecutivo? O bispo só afastou o padre?

    ResponderExcluir
  2. Por essas e outras a igreja caminha para o abismo: padres largando a batina para se casar, pessoas tendo uma facilidade inclivel para cancelar matrimonio e casar de novo. É o fim dos tempos, só pode

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página