» » » » A ingestão de cartilagem de tubarão aumenta o risco de doenças neurodegenerativas, como o Alzheimer

A conclusão é de um estudo realizado por investigadores da Universidade de Miami, que desmente a ideia de que comer tubarão pode reduzir o risco de cancro. 

O mito era baseado no facto de os tubarões supostamente não contraírem cancro. Hoje sabe-se que estes animais podem ter a doença e que a cartilagem não traz benefício algum para a saúde. Os cientistas da universidade norte-americana provaram agora que a cartilagem contém um veneno (neurotoxina), que aumenta o risco de doenças neurológicas incuráveis.

Durante a pesquisa, foram analisadas amostras de cartilagem de sete espécies de tubarões da costa da Flórida. Todas os animais continham altos níveis de um composto chamado beta-metilamino-L-alanina, ou BMAA, que está relacionado com o desenvolvimento de doenças neurodegenerativas. 

Os animais acumulam o composto por causa do lugar de topo da cadeia alimentar do mar, consumindo peixe e outras criaturas marinhas que se alimentam de algas contendo BMAA. As pequenas amostras de tecido foram obtidas de tubarões que foram capturados, marcados e soltos para a pesquisa de rastreamento. Nenhum tubarão sofreu qualquer tipo de dano para o estudo.


Fonte: Notícias Sapo

Sobre Nós

A Associação Fonte de Água Viva trabalha na construção de um mundo melhor. Através dos meios de comunicação levamos o amor a paz até os corações nos quatro cantos do Brasil e do mundo.
«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe Seu Comentário

Deixe seu comentário, lembrando que este deverá ser aprovado para ser publicado no site.
Não serão aceitos comentários com spam, propagandas, palavrões e etc.

Anti Drogas

Vídeo Previsão do Tempo

Recados

Agenda: Shows e Eventos

Curta Nossa Página